Resultados de la búsqueda

4 items
  1. Thumbnail

    Agentes da lei defendem legalização das drogas

    16 Diciembre 2012
    Other news

    leap-brasil‘Quem morre na guerra contra as drogas não é o usuário: é o policial e o traficante’. A frase, dita pelo ex-chefe do Estado-Maior da PM, coronel Jorge da Silva, resume bem a ideia de um movimento que vem ganhando corpo entre os profissionais responsáveis por aplicar a lei no Brasil: a guerra contra as drogas está perdida.

  2. Thumbnail

    Un proceso en ciernes

    • Amira Armenta, Pien Metaal, Martin Jelsma
    25 Junio 2012

    dlr21sEl debate político sobre las drogas en Amé­rica Latina está dando pasos notorios. Los cambios legislativos que están introdu­ciendo varios de los países de la región revelan tam­bién una tendencia innegable a alejarse de la “guerra contra las drogas”. Este informe ex­plica los antecedentes de la apertura del de­bate sobre las políticas de drogas en la región, resume los aspectos más relevantes de las reformas a las leyes de drogas que actual­mente cursan en algunos países y propone una serie de recomenda­ciones de políticas que podrían ayudar a avanzar el debate de manera productiva.

    application-pdfDescargar el informe (PDF)

  3. Thumbnail

    "Estamos prendendo as pessoas erradas"

    08 Noviembre 2012
    Other news

    pedro-abramovayO ex-secretário Nacional de Justiça, Pedro Abramovay, diz que o número de presos por tráfico duplicou porque usuários vão para a cadeia e fala da legalização da maconha aprovada em dois Estados americanos. É um dos principais nomes da sociedade civil na defesa da descriminalização do uso de drogas. Ele esteve à frente da elaboração de um anteprojeto de lei com esse teor que foi entregue em agosto à Câmara dos Deputados com a assinatura de mais de 120 mil pessoas.

  4. Thumbnail

    Maconha para fins médicos deve ser facilitada, diz Cristovam Buarque

    14 Noviembre 2014
    Other news

    No Brasil, o debate sobre o tema da maconha avança timidamente, polarizado entre cientistas, ativistas, religiosos e familiares de dependentes. Representantes foram às audiências promovidas pelo Senado para debater a Sugestão 8, iniciativa popular assinada por 20 mil pessoas que propõe regular os usos recreativo, medicinal e industrial. "As sessões foram muito duras", afirma o senador Cristovam Buarque (PDT-DF), relator do projeto que recomendará à Comissão de Direitos Humanos da Casa a regulamentação dos fármacos derivados da maconha e estudos para desatar o nó da distribuição "in natura" para fins medicinais.